UM 'CANIVETE SUÍÇO' CHAMADO TRAKTOR KONTROL D2

Escrito por Danceplanet
Publicado em 22 maio 2015
 
A Native Instruments apresenta-nos o Traktor Kontrol D2 (com o Traktor Pro 2 incluído), já disponível no mercado desde o passado dia 4 de maio. 
 
No D2 podemos afirmar que, basicamente o que a Native fez foi "partir" o S8 e separar a parte dos decks da parte da mesa, de forma a criar um controlador mais portátil e acessível. Assim, temos um controlador dedicado para os remix decks e para os efeitos, para além do controlo usual das faixas.  É como juntar um X1 com um F1 e um monitor LED... Para os DJ's que trabalham com mesas de 4 canais, a grande vantagem estará nos displays e nos controlos extra do D2, assim como no tamanho e preço reduzidos em comparação com um S8. Quem já se familiarizou com o S8 não terá problemas em lidar com esta máquina, visto as características do D2 serem muito idênticas às do seu "irmão mais velho". 
 
No entanto a novidade não fica por aqui... A Native Instruments apresentou também um novo formato de ficheiro de áudio, o STEM file, que permite ter os nossos temas divididos em 4 grupos distintos num só ficheiro. Ou seja, no ficheiro STEM (com a terminação stem.mp4) para além do mix stereo convencional, temos também a percurssão, o baixo, as vozes e as melodias separadas. Embora este formato seja maior que o mp3, os ficheiros não serão gigantescos, sendo que a média por ficheiro deverá rondar os 70mb. Visto estar compactado no formato mp4, o ficheiro STEM consegue ser tocado (stereo mix) em maior parte dos leitores multimédia assim como no iTunes, Finder e outros.
 
É com este tipo de ficheiro que o D2 se destaca, já que poderemos aceder a cada grupo separadamente, dando-nos total liberdade para, por exemplo, retirar uma linha vocal de uma faixa, ou tocar apenas a linha de baixo, ou apenas reproduzir a batida, misturando-a com qualquer outro som.
 

Características do Traktor D2: 

 
  • Barra "touch-strip" bastante larga e com indicação visual LED
  • Visor a cores de alta resolução com indicação da nossa biblioteca, da informação do ficheiro, do formato de onda, das faixas STEM, dos parametros de efeitos, hot cues, loops, etc
  • 8 pads de precisão com iluminação RGB
  • 4 faders deslizantes
  • Controlos dedicados para os Remix Decks e Efeitos
  • Navegação e manejo da base de dados Traktor Pro
  • Modos "Freeze" e "Capture"
  • Botões rotativos sensíveis ao toque
  • HUB USB 2.0 de 2 portas
  • Apoios desdobráveis revestidos a borracha para elevar ou inclinar o D2
 
Concluindo, o D2 é o "canivete Suíço" da NI, já que conseguimos ter numa unidade só todas as funções do X1 MkII e do Kontrol F1, o modo "Freeze" e, para além disso, todas as vantagens associadas ao manejo dos ficheiros STEM. Com um visor generoso e de boa qualidade, nem precisamos de olhar para o PC, tornando a nossa performance mais fluída e intuitiva. As 2 Hubs USB extra mostram ser uma característica inteligente, que nos facilitam bastante a vida na altura de montar um setup com vários controladores. Devido a esta característica o D2 necessita de ser alimentado por uma fonte externa que, inteligentemente, pode também fornecer corrente a um segundo D2, poupando assim tomadas e libertando a mesa de uma confusão de cabos.
Por fim, o D2 permite-nos controlar alternadamente os 4 decks (2 de cada vez) no entanto, muitos irão provavelmente optar por uma segunda unidade do D2 para um melhor controlo e para um aspecto mais "tradicional" da cabine.
 
 
Ainda não sabemos se o formato STEM irá vingar ou não mas, a nosso ver, tem tudo para ser um sucesso e mais uma vez a Native Instruments mostra como se dão as cartas da inovação e progresso no mundo do DJing.
 
Para mais detalhes deste equipamento consulta a Loja Danceplanet.
 
 
 
 
 
 

Últimas Noticias

Mais Lidas

ATENÇÃO: Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais.