NÃO GOSTAS DE MÚSICA? PODES TER PARTES DO CÉREBRO 'DESLIGADAS'

Escrito por Ivo Moreira | 100% DJ
Publicado em 10 novembro 2016
 
Um estudo publicado no site da organização Proceedings of the National Academy of Sciences (PNAS) revela que não gostar de música pode resultar da atividade reduzida em certas áreas do cérebro.
 
Utilizando a técnica de Imagem por Ressonância Magnética, um grupo de investigadores descobriu que as pessoas que não gostam de música tinham menor fluxo de sangue nas redes de recompensa do cérebro quando expostas a uma melodia, sugerindo que podem ter menos ligação funcional entre o processamento auditivo e os centros de recompensa.
 
Conforme indica o Daily Mail, para este estudo os investigadores analisaram a atividade cerebral de três grupos de 15 participantes, sendo que cada grupo representava uma atitude diferente em relação à música. Para o primeiro grupo a música era indiferente, o segundo tinha uma relação ‘normal’ com a música e no terceiro grupo os participantes retiravam muito prazer da música.
 
O grupo com uma resposta “acima da média” à música mostrou ter uma ligação melhorada entre o processamento auditivo e os centros de recompensa.
 
Segundo os autores, "o estudo fornece provas diretas que apoiam o modelo de recompensa-interação do córtex auditivo pelo prazer musical subjacente: as pessoas que não sentem esse prazer têm respostas seletivamente reduzidas nesse sistema. As pessoas que são especialmente sensíveis à recompensa musical, inversamente, parecem mostrar uma interação aprimorada".
 
Fonte: Notícias ao Minuto.
 
 
 
 
 

Últimas Noticias

Mais Lidas

ATENÇÃO: Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais.